Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 13, 2013

ANAXÁGORAS

Este filósofo viveu no século V a.C. tem o mérito de ser o mestre de Sócrates. Ademais, introduziu a filosofia em Atenas.   Anaxágoras foi notável em seu pensamento. Ele é considerado um pluralista, ou seja, a realidade não tem um único princípio.    Para este pensador, tudo está em tudo. Explico: todas as coisas são feitas de homeomerias. Estas são partículas infinitamente pequenas e infinitas. São plurais, ou seja, existem várias homeomerias, por exemplo, a homeomeria da madeira, do ferro, do ouro, da pele, etc. Ora, se uma cadeira tem em sua propriedade a madeira é porque sobressai nela a homeomeria da madeira. A cadeira, no entanto, possui outras homeomerias, a saber, a do ferro, da fumaça, etc.     Para ordenar todas as coisas ele propôs a existência do nous, ou seja, uma ordenação intelectual, uma força com inteligência que ordena tudo. Anaxágoras foi o primeiro a falar de uma teleologia.     Para pensar,     Prof. José Costa.

OS MILÉSIOS

O título deste artigo refere-se aos primeiros filósofos existentes. Eles eram da cidade de Mileto, uma colônia grega da Ásia menor. Foram os primeiros a dar uma explicação racional para a origem de todas as coisas. Eles romperam com a explicação mitológica. De fato, foi uma evolução. O mito tem o seu valor, conforme já disse em outro artigo. Tales falou que o início de tudo era a água. A Terras estava repousando sobre águas. Ele tem o mérito de dividir o ano 365 dias. Também calculou o tamanho da pirâmide pela sua sombra. Não existem fragmentos das suas obras. Sabemos dele por Aristóteles. Dizem que Tales caiu em um buraco enquanto filosofava. Quando riram dele teria dito que caiu em buraco e, quem debochava já estava dentro dele sem saber. Anaximandro foi o segundo a refletir sobre o princípio de tudo. para ele, o apeiron, uma substância imaterial e não criada é que deu origem a tudo. Tudio vem do apeiron. Para Anaxímenes, o ar é a origem de todas as coisas. Os…

A GRÉCIA E A FILOSOFIA

A Grécia é uma península ao sul da Europa. Nos tempos antigos, ela era maior em relação aos dias atuais. Compreendia, por exemplo,as colônias gregas da Ásia menor. Foi lá onde nasceu a filosofia.   A Grécia antiga constituía uma nação. Não um Estado. Ora, o conceito de nação tem haver com cultura, com modo de vida, etc. Estado é instituição. As cidades- estados constituíam a Grécia. Havia portanto, vários estados formados por uma nação. A língua e a religião uniam o povo grego.     A Filosofia nasceu por causa de circunstâncias sócio-econômicas várias. No século VI a.C. com o surgimento da pólis, houve  a necessidade da discussão, do debate. Outro fator favorável foi o surgimento do comércio e da escrita. Era necessário a saída do mito parta a entrada do logos, ou seja, da razão. Além disso, a ausência de um livro santo permitiu o refletir.      Para Pensar,      Prof. José Costa.

O EVANGELHO DE MATEUS

O livro de Mateus é o primeiro livro do Novo Testamento. Isto na ordem lógica. De fato, o primeiro Evangelho a ser escrito foi Marcos, seguido por Lucas e depois Mateus e João.   O livro deve ter sido escrito por volta do ano 70 a 75 d.C. segundo os estudiosos do Novo Testamento.   Mateus bebeu de Marcos. Além de ter bebido de outras fontes, provavelmente. Lucas e Mateus apresentam incrível semelhança com Marcos.     O objetivo de Mateus é de mostrar a Jesus como o cumprimento das profecias do Antigo Testamento. Ele é a principal pedra de esquina. A pedra fundamental. Outro objetivo claro do evangelista é ser anti-legalista. Mateus é escrito para a comunidade judaica. Fica evidente que ele quer ser um profeta contra o legalismo castrador da sua época. Expressões como toda planta que meu pai não plantou será arrancada e cuidado com o fermento dos fariseus, além do famosos capítulo 23, deixam claro o espírito anti - legalista. Eu amo Mateus. A igreja ainda não compreendeu a mensagem dele…

ARISTÓTELES E A VINGANÇA

Um dos maiores filósofos da história da filosofia chamou-se Aristóteles. De fato, ele abarcou grande parte do conhecimento da sua época. Falava sobre tudo : história, geografia, ética, botânica, etc. Aristóteles discorreu sobre a vingança.       Ora, para o estagirita ( ele nasceu na cidade de Estagira,ao norte da Grécia), o homem era acima de tudo membro da pólis. Os animais não possuíam razão, ao passo que o homem a possuía. Fazendo parte desta pólis, ele deve viver obediente as regras. A vingança é necessária ao bom funcionamento da pólis. Para que Aristóteles confundia vingança com justiça. O indivíduo deve se vingar por causa do bem comum e para evitar danos maiores, além disso, para manter a honra intacta. Deve no entanto escolher a forma mais adequada de vingança.         Talvez a maior frase acerca da vingança esteja na frase de um dos pais da igreja chamado Tertuliano, ele disse que se você quer ser um homem feliz por um instante, vingue-se, se porém, quiser ser feliz por to…

A GUERRA FRIA FICOU QUENTE

Os anos entre 1958 a 1962 foram anos difíceis para as nações mundias. De fato, foi, com efeito, os piores momentos da chamada GUERRA FRIA.  Já no começo da década de 1950, houve a GUERRA DA COREIA. Na verdade, a guerra das duas coreias, a do norte socialista e a do sul capitalista. Ficou evidente com a invasão da Coreia do Sul pela Coreia do Norte o fato de que o socialismo estava disposto a invasões. O  mundo capitalista tremeu. No final da guerra um acordo foi feito e o  mundo pode respirar em paz, pelo menos por um tempo.   No final da década de 1950, o  mundo assistiu alarmado intensificações da guerra fria. Intervenções dos E.U.A. no Irã e no Líbano, e a crise do mísseis em Cuba.     Vale lembrar que o arsenal norte - americano nuclear era muito maior do que o russo ( soviético). Isto posto, vale salientar que bases russas foram postas em Cuba, com o claro objetivo para servirem como lançamentos de mísseis com ogivas nucleares, caso fosse necessário. O poder de lançamento de mís…