Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2014

O JESUS HISTÓRICO

Miticista. Este é o termo usado para todo aquele que nega a existência do Jesus histórico. Eles não são pessoas necessariamente más, só estão sinceramente enganados. São pessoas boas que estão equivocadas e com opiniões fantasiosas.
   Para os miticista, Jesus nunca andou pelas bandas da Galileia e de Jerusalém, nunca ensinou nada e não morreu e ressuscitou. Ora, Jesus é semelhante a Hércules, Osíris, Ísis, Orfeu e outros deuses e semideuses da antiguidade. Ele é um mito.
  Durante a Revolução Francesa, houve um miticismo incipiente. Muitos revolucionários aderiram a ideia de que Jesus foi uma criação dos primeiros cristãos. Ele não teria existido de fato.
   Os miticistas argumentam que não existem documentos oficiais romanos provando que Jesus andou pela terra de Israel há cerca de mais ou menos dois mil anos atrás. Não há prova documental de que ele teria sido crucificado. Jesus também não deixou nada escrito, portanto, não há como saber que ele existiu realmente.
    Posteriormente, f…

REGIME MILITAR ( 1964 - 1985)

O PERÍODO TAMBÉM É CONHECIDO COMO "ANOS DE CHUMBO", POIS, NESTE PERÍODO HOUVE REPRESSÕES, TORTURAS E MORTES. A DEMOCRACIA FOI PISADA, EMBORA OS MILITARES DISSESSEM QUE ERA UMA "REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA", HOUVE O CERCEAMENTO DA LIBERDADE E CENSURA À IMPRENSA. OUTRA CARACTERÍSTICA DESTE PERÍODO FOI O ARROCHO SALARIAL E AUMENTO DE IMPOSTOS, ALÉM DA CONCENTRAÇÃO DE RENDA. OS RICOS FICARAM MAIS RICOS E OS POBRES FICARAM MAIS POBRES.       CASTELO BRANCO FOI O PRIMEIRO PRESIDENTE DO REGIME MILITAR. COM ELE VEIOS ALGUNS A . I. ( ATO INSTITUCIONAL) O A. I.-1 CASSOU MANDATOS DE PARLAMENTARES. O A-I.-2 IMPLANTOU O BIPARTIDARISMO ( ARENA E MDB). O A.I.- 3 INSTITUIU ELEIÇÕES INDIRETAS PARA GOVERNADORES, O A. I. -4 A NOVA CONSTITUIÇÃO, FORTALECENDO O PODER PRESIDENCIAL.     PROF. JOSÉ COSTA.

FILOSOFIA DA ALMA , PARTE DOIS

Platão afirmava a imortalidade da alma. Para ele, a alma pre-existia antes de habitar o corpo. Isto no mundo das ideias. O corpo, portanto, era apenas uma transitoriedade, um invólucro da alma. Ele dividia a alma em três partes, a saber, ALMA APETITIVA, tendo sua sede no baixo ventre. ALMA IRASCÍVEL, no tórax e alma pensante na cabeça. Após a morte, apenas a alma poderia separar-se do corpo.    Os discípulos de ORFEU, o filho de Apolo que tocava uma harpa e que desceu ao Hades para recuperar sua esposa Eurídice, segundo a mitologia grega, acreditavam na imortalidade da alma. Para eles,(os órficos, como eram chamados), a alma podia sair do corpo e visitar vários outros mundos, os sonhos explicariam isto.    Para Aristóteles, a alma vegetativa tem função nutritiva, a animal uma função sensitiva e a espiritual , uma função pensante e imortal.     De fato, grande, leve sutil, complexa e misteriosa é a alma.     Para pensar,     Prof. José Costa.

FILOSOFIA DA ALMA

A alma humana é complexa. De fato, há milênios ela é fruto de debate, tanto na filosofia, como na teologia. A psicologia também esquadrinha o assunto. Aliás, a psicologia como ciência separada da filosofia é algo recente, ela sempre esteve ligada a esta área do saber( o saber filosófico)  para muitos a filosofia é a "rainha das ciências".    A alma pode ser definida como " a parte essencial da natureza humana interligada com o corpo e com o espírito". Alguns podem até questionar esta afirmação, pois, vão dizer que espírito e alma são uma única realidade. Outros podem negar até mesmo a existência da alma. Fica aqui o meu total respeito a opinião contrária.     Na teologia, a alma é objeto de animado debate, pois, tentam explicar a sua origem com teorias traducionistas e criacionistas ( escrevi sobre isto em outro artigo). Existe também o conceito de dicotomia e tricotomia, os dicótomos vão dizer que alma e espírito são uma única substância, já os tricótomos vão fal…

NELSON MANDELA PARTE DOIS

EM 1944, NELSON MANDELA INGRESSA NO  C.N.A. (CONGRESSO NACIONAL AFRICANO) ERA UM GRUPO DE MILITANTES QUE LUTAVAM CONTRA O APARTHEID, DE MODO PACÍFICO. PASSA A SER UM DOS LÍDERES, JUNTO COM WALTER SISULU. CASA- SE COM EVELIYN, A PRIMA DE SISULU.         A PARTIR DA DÉCADA DE 1950, ABRE UM ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA. O PRIMEIRO DA ÁFRICA DO SUL. DÁ AMPARO A VÁRIOS CLIENTES, A MAIORIA NEGROS PERSEGUIDOS PELO SISTEMA DO APARTHEID. MANDELA LANÇA A CAMPANHA DO DESAFIO, UMA SÉRIE DE AÇÕES ENVOLVENDO GREVES, PASSEATAS, DESAFIOS PARA QUE OS NEGROS USEM ESPAÇOS PÚBLICOS PROIBIDOS, ETC.        PARA PENSAR,          PROF. JOSÉ COSTA.

NELSON MANDELA

Ele nasceu em 18 de julho de 1918, em um pequeno vilarejo da África do sul. Seu pai era um pastor local, para os padrões da época, relativamente abastado. Era filho de NIKOSI MANDELA, da ETNIA xhosa.    A África do sul havia sido colonizada por ingleses e holandeses, uma minoria branca dominava o país, composta por maioria de negros alvos da discriminação racial. Quando Mandela nasceu o conflito era evidente. Os descendentes destes europeus possuíam ricas fazendas , enquanto o povo local vivia da exploração das minas, ganhando pouco e arriscando a vida.    Quando Mandela tinha 7 anos de idade recebeu de sua professora um novo nome : Nelson. De fato, o seu nome não era este. Ele chamava-se ROLIHLAHLA MADIBA MANDELA.     Ainda jovem, foi morar na cidade de JOHANNESBURGO , e nesta cidade conviveu de modo mais profundo com a discriminação racial. Formou - se em DIREITO. O IMPACTO deste ambiente foi muito forte em sua personalidade. Mudaria toda a sua vida daí para frente.    Continuarei a fal…

CRISTÃOS - NOVOS.

O TÍTULO ERA DADO A TODO AQUELE QUE  ERA UM DESCENDENTE DE JUDEUS. ERAM INDIVÍDUOS OBRIGADOS A SE CONVERTEREM AO CATOLICISMO . MUITOS DELES ERAM CRIPTOS - JUDEUS, OU SEJA , JUDEUS OCULTOS.     A IGREJA MEDIEVAL NÃO BRINCAVA DE MATAR GENTE NA FOGUEIRA, QUALQUER UM SABE DISSO. NÃO É INVENÇÃO. HISTÓRIA PURA. A INQUISIÇÃO MEDIEVAL MANDOU PARA A FOGUEIRA MILHARES DE PESSOAS AO LONGO DOS SÉCULOS. OS INSTRUMENTOS DE TORTURA ERAM VÁRIOS. MESA DE EVISCERAÇÃO, A PRÓPRIA MORTE NA FOGUEIRA, TORTURAS VÁRIAS ETC.   OS CRISTÃOS - NOVOS FORAM PERSEGUIDOS E SEUS BENS CONFISCADOS ( OS BENS NÃO ERAM HEREGES).   NA HISTÓRIA DO BRASIL, NOS SÉCULOS DEZESSEIS, DEZESSETE E DEZOITO, MUITOS FORAM PERSEGUIDOS E JULGADOS, ACUSADOS DE SEREM JUDAIZANTES. ERAM ENVIADOS PARA PORTUGAL E LÁ  CONDENADOS.       PROF. JOSÉ COSTA.       PARA PENSAR.

O PODEROSO THOR, FILHO DE ODIN

Na mitologia nórdica, Odin é o "pai de todos". É o Senhor do reino de Asgard. Abaixo deste reino estava a região de HELL, o mundo obscuro. Odin é o pai de um deus cujo martelo é poderosíssimo : THOR, o deus do trovão. Este deus filho de Odin também usa um cinto poderoso, que o faz bastante forte. O martelo sempre retorna para suas mãos quando lançado. Sempre acertava o seu objetivo. O nome deste artefato é o MJOLNIR, aquilo que esmaga. O termo trovão vem de torden, ruído de Thor. Thor é o deus da fertilidade.    Uma certa noite, o martelo de Thor foi roubado pelo rei dos trolls, Trym. Este maquiavélico exigiu que a irmã de Thor, Freia, a deusa da fertilidade e sabedoria, se casasse com ele. Loke, o irmão de Thor, dá uma ideia: O deus do trovão teria que se vestir de mulher e tentar enganar o seu adversário. Ao chegar no reino do trolls, Thor, disfarçado, come um boi inteiro, quase põe tudo a perder. Quando Trym , devolve o martelo é derrotado pelo deus.    A mitologia está no …

EINSTEIN, PARTE DOIS.

O físico alemão mais famoso da história casou -se com Mileva, uma sérvia que tinha conhecido em tempos de estudo. Ela gostava de física e matemática, aliás, discutia com Einstein sobre cálculos vários. Sem dúvida, ela ajudou Einstein em seus cálculos. Até onde entra a contribuição dela na teoria da relatividade, pouco sabemos. O fato é que ela falava francês e alemão, aliás, bem melhor no francês do que o físico.    Com Mileva, Einstein teve 2 filhos e uma filha. Um destes filhos, Hans Albert, tornou - se engenheiro. A filha é de paradeiro desconhecido. Outro de seus filhos , Eduard, ficou esquizofrênico e morreu em um hospital psiquiátrico.    Einstein separou-se oficialmente da esposa em 1919. Enamorou- se uma prima, Elza.       Prof. José Costa.

EINSTEIN

Ele nasceu em 14 de março de 1879, em uma cidade ao sul da Alemanha. Seu pai, que era empregado em uma fábrica, viria a ser um grande empresário posteriormente. Sua mãe era uma dona de casa filha de padeiro, chamava - se Pauline. O pai era batizado de Hermann Einstein.    Quando nasceu estava um pouco gordo e a cabeça aparentemente deformada. O menino Einstein demorou a falar. Seus pais chegaram a pensar que teria algum problema de mente. Nas brincadeiras , gostava de ficar analisando, julgando. Mente de gênio. Passava tempo observando insetos no jardim. Um mito que se propagou sobre o grande físico é de que ele seria um mau aluno.  Não é verdade. As fontes existentes indicam que ele era o melhor da turma. Excelente aluno com um boletim brilhante. Einstein revolucionou a física, transformou a ciência. É considerado o homem que "entendeu a mente de Deus".      Continuarei a falar sobre o físico posteriormente,       Para pensar,      Prof. José Costa.

DIETRICH BONHOEFFER ( INFÂNCIA)

Filho de um psiquiatra e deu uma professora Dietrich Bonhoeffer foi um dos maiores teólogos do século xx.      Em 1906, nasce o teólogo. Bom estudante e bom nadador. Sua mãe chamava - se Paula e era professora. Grande parte de sua personalidade ele deve a ela. Profundamente piedosa, lia a Bíblia constantemente com os seus oito filhos. Orava e ensinava a humildade e a vida não fútil. De fato, ensinava - lhes a serem prestativo. Bonhoeffer tinha uma irmã gêmea,Sabine. Os relatos que nos chegam é de que ela achava o irmão gentil e abnegado. Embora seu pai não fosse tão piedoso como sua mãe, não a contrariava. Ele também ensinou aos filhos a humildade e o respeito ao próximo. O menino generoso vai se tornar um mártir posteriormente. Bonhoeffer é um termo que significa agricultor de feijão.      Prof. José Costa.

O NAZIFASCISMO

Após a I Guerra Mundial, a Alemanha assinou o tratado de Versalhes. Por ele, os alemães eram obrigados a pagar pesadas indenizações aos aliados. A Europa estava caotizada. Neste ínterim, surgiram na Alemanha e Itália duas correntes ideológicas de pensamento que foram abraçadas por grande parte da população: O NAZIFASCISMO.   As características de tais sistema são as seguintes: a) ROMANTISMO. A guerra é tudo. É necessário o heroísmo. A entrega das emoções ao Estado. A fé no sistema. b) MILITARISMO. Investimento em armas, soldados, material bélico, etc. O tratado de Versalhes foi pisado. 10 milhões de soldados havia no exército alemão no início da segunda guerra. ARIANISMO. A pretensa superioridade da raça alemã. Era necessário a destruição de raças inferiores, segundo o pensamento nazista de Hitler. ESPAÇO VITAL. Invasão de países,aliás muito necessária para alimentar de matéria - prima as fábricas alemães. AUTORITARISMO E TOTALITARISMO. TODA AUTORIDADE AO LÍDER. HITLER na Alemanha e…

PÓS - MODERNISMO, PARTE DOIS

O período imediatamente anterior ao movimento pós - moderno é o modernismo. Ora, este período é extrema relevância para a compreensão pós - moderna. Ele surge no século XVIII, logo após o Renascimento Científico, conforme já dissemos. O modernismo teve uma profunda influência de René Descartes, filósofo francês do século XVII que propôs um método de filosofia baseada na mente pensante. A razão passou a ser muito valorizada. Penso, logo, existo. Esta é a sua máxima básica, aliás, ele já pegou de Agostinho tal assertiva. No campo científico, Isaac Newton com o estudo das leis da gravidade, de um conhecimento objetivo e preciso. O universo passa a ser visto como uma grande engrenagem, e alvo de investigação racional.    O século XIX tem um fortalecimento do período moderno. A razão passa a ser a toda - poderosa. Kant dizia que na mente existem conceitos formais  que organiza os dados provenientes da exterioridade. O conhecimento objetivo é possível. Existe a razão prática, que é a raz…

PÓS - MODERNISMO

Para compreender o pensamento pós - moderno, é necessário ter uma noção do pensamento moderno.
 A idade moderna tem  seu auge no século XVIII com o iluminismo, todavia, características do modernismo começam com o Renascimento Científico, nos séculos XIV, XV e XVI. Ora, o pensamento renascentista privilegiava o ser humano, a reflexão os valores humanos. Era uma volta ao mundo greco - romano, aos seus valores , ao seu pensamento. Privilegiava Platão e o clássicos. Era o humanismo, ou seja, a glorificação do homem. Isto era uma verdadeira revolução  para a época, pois, o pensamento teocêntrico predominava em todos os setores da atividade humana.    A ciência também teve uma reviravolta extraordinária. No campo biológico, no campo matemático, etc. O geocentrismo vai aos poucos sendo substituído pelo heliocentrismo. O pensamento de que a Terra ocupava um andar central vai ficando obsoleto. Surge Copérnico, Galileu, Da Vinci, Michelângelo, entre outros. A arte transforma-se , em relação a Ida…

PORQUE O FIM DA LEI E DA RELIGIÃO É CRISTO

Um dos maiores nomes da teologia no século XX, Karl Barth, falou que "Cristo é o fim da religião". De fato, Barth proclama a falência de todas as religiões. Ora, o fenômeno religioso é a tentativa do homem d chegar até Deus. É a construção de uma torre de babel para alcançar  a divindade. Não existe caminho do homem até Deus, o que existe é  caminho de Deus ao homem. Por isso, as religiões fracassam neste sentido, é o pensamento do jovem rico: "bom mestre que farei para herdar a vida eterna?" Este é o elemento principal e básico de toda tentativa humana de alcançar a divindade, eis o fracasso. É impossível que o humano construa algo, um caminho, uma ponte, uma via, para tocar na divindade, visto que esta tentativa desemboca sempre no orgulho moral. Desemboca na presunção, na jactância. A cura para toda esta tentativa fracassada é a aceitação do que já foi feito e construído de cima para baixo. Porque o fim da lei é Cristo. Porque o fim da religião é Cristo.     P…

NIETZSCHE, O FILÓSOFO QUE MATOU DEUS

O alemão Friedrich Nietzsche nasceu em 15 de outubro de 1844, em uma pequena alemã chamada Rocken. Filho de um pastor protestante luterano e avós saxões. Seu pai, Karl Nitzsche, faleceu quando ele tinha apenas 5 anos de idade.     Formou -se em filosofia e era um profundo estudioso da história e da filologia. Por influência de Richard Wagner, um compositor renomado, passou a gostar de música " só acreditaria em um Deus que soubesse dançar" , diria ele.    Nietzsche lecionou em uma universidade suíça durante anos, neste ínterim, escreveu o nascimento da tragédia e assim falou Zaratustra. debilitado fisicamente, com fortes dores de cabeça, enxaquecas e náuseas, deixou a universidade e passou a ser um indivíduo errante. Escreveu outras obras durante este período, ente elas, aurora  a genealogia da moral. Foi nesta época de andanças que conheceu Salomé, uma jovem russa de 21 anos, por quem s apaixona. Ela amava seus aforismos e criticava a moralidade convencional. Não teve sort…

NEPHILINS

No livro do Gênesis, capítulo 6, está relatado o fato de que os filhos de Deus tomaram para si mulheres das filhas dos homens. Depois desta união nasceram varões poderosos. São os Nephilins. Na literatura extra - bíblica, nas tabuinhas dos sumérios, os filhos de Deus são chamados de ANUNAKIS, os vindos do céu. O livro de Enoque narra o fato de os anjos caídos juntaram - se filhas dos homens. Josefo , nos seus escritos, também faz referência a tal fato.    Ora, estes gigantes perverteram a criação, por isso, o Senhor Deus  a destruiu. Eles se hibridizaram e os ecos deste hibridismo ocorre na mitologia grega, nos conceitos de centauros, sátiros, ninfas e todo tipo de mito grego. O inconsciente coletivo dos povos ecoam estes resquícios de hibridismo.    Os anjos caídos romperam a barreira da dimensão e relacionaram-se com as filhas dos homens. Corporificaram-se e se misturaram a criação. Judas e Pedro tocam neste assunto nas suas epístolas. O próprio Jesus pregou a estes espíritos em prisã…

OS BÁRBAROS E A QUEDA DO IMPÉRIO ROMANO

Sem dúvida alguma, o império romano foi um dos maiores da História. No entanto, depois de séculos, ele declinou. Os historiadores consideram a sua queda como resultado de várias causas, é um complexo de causas, na verdade.    Uma das fortes causas para a queda deste império foi a relação de Roma com os bárbaros.     Chamava-se de bárbaros todo aquele indivíduo que vivia fora das fronteiras do império e que não participavam da mesma cultura romana. Havia vários : Hunos, ostrogodos, visigodos, vândalos, Hérulos, entre outros. Possuíam várias características, a saber: Eram extremamente guerreiros, vivendo do saque, da busca de terras férteis. Um líder os comandavam, um chefe. Este indivíduo comandava um grupo de guerreiros chamados de comitatus, palavra latina que significa acompanhar. Eles também viviam em tribos divididas em clãs. Sua família era patriarcal, ou seja, o chefe da mesma tinha o poder absoluto sobre filhos e esposas. Podendo inclusive matá-la. Curiosamente, as mulheres eram…

O ESPINHO NA CARNE

Provavelmente no ano de 43 d.C. antes de Paulo ser enviado pela igreja de Antioquia, ele teve uma experiência extática. Na carta aos Coríntios ela narra esta experiência de modo mais ou menos vago.    A literatura extra bíblica nos diz que alguns rabinos tiveram experiências semelhantes. Um deles chegou a falecer, outro ficou louco, outro apostatou da fé e outro saiu ileso. Este tipo de experiência deixa marcas profundas por quem passa por ela.      A experiência paulina é narrada comece se tivesse acontecido a outra pessoa. Isto a princípio. Depois ele diz que aconteceu com ele mesmo. Algumas hipóteses foram levantadas para explicar o fato. Todavia, ninguém sabe ao certo o que era este espinho. Uma febre? uma oftalmia? malária? pulsões sexuais não resolvidas? não se sabe. Eu pessoalmente  acho que foi oftalmia. Todavia, não há como ter certeza.     O fato é que ele ficou grato por este espinho, pois, tal espinho nocauteou a sua presunção.        Prof. José Costa.

PAULO ROMANO E PAULO JUDEU

Diante do tribuno militar romano que estava para surrá-lo com chicotes, Paulo reivindicou os seus direitos de cidadão de Roma. O tribuno ficou surpreso. De fato, O apóstolo Paulo possuía cidadania romana desde o nascimento. A pergunta que faz até os dias atuais é esta: " como uma família judaica recebeu cidadania romana, em Tarso? Não há como saber. Hipóteses foram levantadas, porém, não existem respostas. Roma concedia cidadania a alguns indivíduos que prestavam algum serviço ao império. Provavelmente, os ascendentes do apóstolo fizeram algum tipo de serviço ao poder romano. Será que os pais de Paulo montaram tendas para o império em uma determinada ocasião de guerra? É possível que algum general romano tenha concedido esta cidadania. O fato é que Paulo possuía esta cidadania e serviu como escape na hora certa.    O Paulo judeu era hebreu de hebreus. Da tribo de Benjamin. Filho de fariseu. Expressão que pode significar também um discípulo de fariseu. Criado aos pés de Gamaliel, u…

TARSO DE SAULO

A cidade de Tarso é mencionada na Bíblia como uma cidade não insignificante. O apóstolo Paulo falou desta maneira, acerca de sua cidade natal.   De fato, a região da Cilícia era bastante rica. Os escritos de Homero ( a Ilíada) nos fala que os troianos eram aliados dos cilícios. O herói Heitor casou-se com uma jovem desta região, a saber, Andrômaca.    Tarso havia sido dominada por muito tempo pelos selêucidas, descendentes de Alexandre , o grande. Na época do Novo Testamento, era uma cidade capital da província da Cilícia. Quando Júlio César a visitou a chamou de Julianópolis. E quando Augusto tornou-se imperador, a isentou de vários impostos. A cidade respirava intelectualidade. Era comum o estudo da filosofia e das artes. Muitos comparavam Tarso a Atenas. Cidade comercial, ela fabricava o cilicium, feito de peles de cabra, que servia como cobertor para o frio. Paulo não estava brincando quando falou que era da " cidade não insignificante".      Prof. José Costa.

OS JUDEUS DE CIRO AOS ROMANOS

No século VI d.C. os judeus estavam subjugados ao império persa. Ora, Ciro havia invadido o império babilônico e livrado o povo de Israel do cativeiro. Conhecido como um imperialista tolerante, Ciro permite que os judeus voltem à sua pátria. Cumpre-se a profecia de Isaías.    Os anos se passaram e o império persa é subjugado diante dos gregos. A Grécia posteriormente cai diante de Alexandre o grande. Quando este soberano morre, o seu domínio irá para as mãos dos seus generais : Selêucidas e Ptolomeu. O domínio da palestina está nas mãos dos Selêucidas. Antíoco Epifânio tenta o helenismo, ocorre a revolta dos macabeus. É o século segundo a.C. os judeus tem uma liberdade de 8 décadas. No primeiro século, fica subjugado ao domínio romano. Quando Jesus nasceu a palestina é administrada por governadores romanos. Do ponto de vista interno, o Sinédrio é que comanda. Este corpo eclesiástico está interessado em manter o seu modis operandis, ligado à Roma. Temem perder o seu poder. Na década …

O APÓSTOLO PAULO

Doutor dos gentios. Maior de todos os apóstolos( embora tenha dito que era o menor). Dono de uma estatura intelectual e espiritual impressionante. Homem de fé e que entendeu o evangelho como nenhum outro, até os dias atuais. Paulo é o apóstolo da graça.     Segundo o historiador do Novo Testamento, F. F. Bruce, o estudo da vida de Paulo é bastante recompensador. Ele estudou a vida deste apóstolo e escreveu bastante sobre ele. Este apóstolo escreveu 13 cartas ( deixando a carta aos hebreus de lado). Em 10 anos fundou igrejas na Ásia, Macedônia e Galácia. Teve um  ministério atuante. De ação. Sua luta contra os judaizantes  nos legou as cartas aos gálatas e aos romanos, duas cartas de justificação pela fé irrefutáveis. Sua compreensão acerca da graça foi única no movimento cristão. A graça livre e soberana de Deus. Graça livre e desimpedida. Graça que permite a liberdade e não permite a arbitrariedade.     Paulo, o apóstolo da graça. Até hoje não compreendido.    Para pensar,     prof. J…

O EVANGELHO DE JOÃO

Um dos pais da igreja, Irineu de Leão, afirmou : " João, o discípulo do Senhor, também publicou seu evangelho, quando vivia na Ásia."    Este é um testemunho notável, pois, o quarto Evangelho é alvo de críticas infundadas acerca da sua autoria.    Em João Cristo é apresentado como o Verbo eterno. É o infinito visitando o finito. Cristo também é apresentado como um ser humano. Ele têm sede, se cansa, chora e se condói. Acerca do Evangelho de João escreveu João Calvino: " este evangelho é a chave que abre a porta para o entendimento dos demais." No evangelho de João cristo é apresentado como o EU SOU. Expressões como eu sou o caminho, eu sou a porta, tem bastante relevância. O evangelho difere um pouco dos demais,pois, não mostra as parábolas de Jesus de forma abundante.  Ele trás, no entanto, discursos lindos que brotaram da boca do nazareno. Certo escritor disse o seguinte: " À indagação de se os discursos registrados neste escrito são palavras genuínas de Jesus…