Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 27, 2013

O APÓSTOLO DA NÃO VIOLÊNCIA : GANDHI. PARTE II

Todo ser humano, tendo a oportunidade, deveria ler a biografia de Gandhi. Ele foi uma figura notável. Já falamos que Einstein se referiu a ele como um ser humano onde as gerações futuras, possivelmente, dirão que ele foi um mito. Mahatma Gandhi nasceu em 2 de outubro de 1869, na Índia. Aos 13 anos casou-se com uma jovem, em um casamento arranjado, como era costume na época, ela chamava-se Kasturbai. Aos 18 anos migrou para a Inglaterra, a fim de estudar Direito, desafiando a cultura indiana de não se contaminar com a cultura ocidental, pois, os ocidentais alimentam-se de carne, por exemplo. Ele conseguiu abster-se de bebida alcoólica e de carne durante este tempo, cumprindo o que havia prometido a sua mãe. Chegou a estudar violino por um tempo e frequentou algumas aulas de danças. Depois, abandona tais práticas a fim de se concentrar nos estudos. Em um período de três anos, aproximadamente, retorna ao seu país ( Índia) e reencontra a sua família, sua mãe havia falecido, e o  que lhe d…

O APÓSTOLO DA NÃO VIOLÊNCIA: GANDHI

Ele nasceu na Índia, em 1869. Seu pai era um político indiano e sua mãe uma esposa dedicada ao marido. O nome verdadeiro de Gandhi era Mohandas Gandhi, ele é mais conhecido como Mahatma Gandhi, ou seja, a grande alma, este é o significado do nome Mahatma.     Acerca dele, o físico Albert Einstein falou o seguinte: "um homem que enfrenta a brutalidade da Inglaterra com a dignidade de um homem simples, e por isso se tornou um homem superior , futuras gerações dificilmente compreenderão que tenha vivido na terra, em carne e osso um homem como esse". Gandhi era um tipo de místico-político, ou político- místico, como queiram chamar. Certa vez, alguém perguntou a ele como conseguia se envolver em política, sendo tão honesto, e porque ele não abandonava a vida pública para viver em uma caverna, ele disse o seguinte : - trago esta caverna dentro de mim.    Conseguiu passar pela vida de modo simples, se alimentando de modo frugal e, não obstante milhões de dinheiro passasse por suas…