Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 9, 2012

O PONTIFICADO DE PIO IX E A INFALIBILIDADE PAPAL

O século XIX foi um século de profundas transformações. A Itália conseguiu a sua unificação em 1870, sob a liderança do Rei Vítor Emanuel do reino de piemonte, ao norte da península. Parte das terras da igreja foram confiscadas ( para saber como a igreja tornou-se tão poderosa e cheia de terras na Itália, veja alguns artigos anteriores).            Pio IX teve um papado paradoxal, pois, ao mesmo tempo em que perdia poder temporal, para compensar tal perda, definiu a doutrina, absurda, da infalibilidade papal. Segundo tal doutrina, absurda e ilógica, o papa é infalível quando fala acerca de assuntos morais. Quem for ingênuo, acredite. Na verdade, houve vozes discordantes dentro  igreja, conhecidos como "Velha igreja católica", porém, não foi suficiente para abafar tal pensamento.           Em 1854, foi promulgada a "Imaculada Conceição de Maria", empurrada à força por Pio IX, por séculos a igreja discutia tal doutrina, o próprio Agostinho ( Santo Agostinho), e…

O PERÍODO NAPOLEÔNICO ( 1799-1815)

Napoleão Bonaparte foi um general francês ( 1869-1821), que governou a França por dezesseis anos ( 1799-1815). Ele é, sem dúvida nenhuma, um dos líderes franceses mais famosos da História. Nasceu na ilha de Córsega, na época administrada pela França. Filho de Letícia, e casado com Josefina, foi uma figura controversa. Até hoje existem divergências de opiniões a seu respeito. Para uns ele foi o consolidador da Revolução Francesa, para outros, ele foi um líder cruel e tirano.             O fato é que ele vinha ganhando popularidade na França. Antes de chegar ao poder empreendeu campanhas no Egito e anexou territórios para o seu país. Em 1799 consegue o título de primeiro cônsul no Diretório francês, em 1804, torna-se Imperador.           Napoleão Bonaparte consolidou o poder da burguesia na França, ele empreendeu um CÓDIGO DO DIREITO CIVIL, que é uma das bases do Direito Ocidental, depois do Direito Romano. Por este Código, os sindicatos não eram permitidos, nem o direito de greve. O patr…

O PERÍODO DO TERROR NA REVOLUÇÃO FRANCESA

Os anos de 1792 - 1794 são conhecidos como o " período do terror" da Revolução. É neste período que ocorre os radicalismos.É também neste período que acontece a primeira República francesa, pois, a Monarquia Constitucional da fase imediatamente anterior, é abolida depois da decapitação de Luís XVI. Destacam-se nesta fase os partidos políticos dos Girondinos, de direita, cujo líder era Brissot, defendendo a propriedade privada; e os Jacobinos, com Danton, Robespierre e Marat, partido de esquerda, defensores de medidas mais extremadas e populares, aliás os termos direita e esquerda tão usado no meio político e que hoje se confundem tem sua origem na Revolução Francesa, pois, na Assembleia os Girondinos assentavam-se à direita e os jacobinos à esquerda.              Foram criados os tribunais revolucionários e comitês de salvação pública. Era o "terror necessário", para combater os inimigos da Revolução. Bens foram confiscados e terras doadas aos mais …