Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 8, 2012

MITOLOGIA GREGA, HEFESTO

Vulcano era o outro nome de  Hefesto, de fato, o seu nome latino. Ele era o deus das forjas, excelente artesão, morava em uma ilha, e tinha ajuda dos Ciclopes para realizar suas artes. Era um total de cem Ciclopes.     Segundo a mitologia, Hefesto foi expulso de céu com um chute no traseiro, dado por Hera, sua mãe.  Passou um dia inteiro caindo, e, ao chegar no chão, ficou coxo. Hefesto era filho de Zeus com Hera.     Para se vingar teria construído um trono para entregar a sua mãe de presente, Hera, contemplando a beleza do presente, assentou-se e ficou colada. Chamaram Hefesto. Ele concordou em libertá-la, com uma condição: Afrodite, a deusa do amor, seria sua esposa. Zeus concordou. Também chamada de Vênus, ela era linda e passou a ser a rainha da ilha de Lemnos, tendo como companheiros Ciclopes sujos e, é claro, o próprio Hefesto.      Infelizmente,  a bela Afrodite era infiel, e, encontrou-se com Ares, o deus da guerra, sabendo disso, Vulcano prende-os em uma rede de malha muito …

AMOR

Sendo fundamento de todas as virtudes, o amor é eterno, imparcial, doador, não interesseiro, não egoísta, inclusivo, perdoador, não vingativo, libertador, não ciumento, acolhedor, espontâneo.       Ele é capaz de ser cheio de misericórdia, em meio a mundo perverso, porém, não é cego, não é ingênuo, não é banal, escolhe sempre os melhores meios,faz opção pela vida, por aquilo que é bom, salutar, não escolhe a existência como via da vida, escolhe antes a vida como meio de existência; não é banal.         O  amor é capaz de espontaneidade.         O  amor é capaz  de fidelidade.         O  amor é capaz  de renúncias que faz bem.        O  amor ama o objeto e o sujeito, aliás só amando o sujeito se ama o objeto.         O  amor tudo cura.         O  amor tudo  espera.         O  amor é.          Prof. José Costa.          Em amor.           Para amar, ou melhor, para pensar.


A BÍBLIA DO DIABO

Também conhecido como Código Giga, a Bíblia do diabo é o maior manuscrito medieval existente. Ela possui cerca de 75 kg., tem quase um metro de altura, em média, 92 cm. é datada do século XIII, e está em Estocolmo, na Suécia. Pertencia, originariamente, a um Mosteiro Beneditino.     Conta a lenda que a Bíblia teria sido escrita em uma única noite, por um Monge condenado a morte, depois de ter cometido uma falta grave. Ele teria sido condenado a ser murado, ou seja, emparedado vivo. Para se livrar da pena, ele se apresentou para escrever um livro que iria glorificar o Mosteiro, numa época na qual os livros eram raríssimos. Foi aceita a proposta. Ele teria que  escrever todo livro em uma noite.     Não conseguindo a tal façanha, teria ele pedido uma ajudinha básica a Satanás, que o ajudou, e, em troca ele teria colocado na página 290 uma figura diabólica.     É evidente que tudo isso não passa de lenda e fantasia. Pura imaginação. Podemos considerar basicamente o seguinte: a) O texto fo…

MITOLOGIA GREGA. NETUNO.

Netuno é o outro nome do deus dos mares, Possêidon. Era irmão de Zeus e de Plutão (Hades). Na partilha do poder, coubera a ele a região aquática. Possuía uma esposa, Anfitrite, filha de Nereu, um velho deus marinho, que dominava a região do mar Egeu. Nereu era, portanto, sogro de Netuno.      Possêidon tinha dois filhos, a saber, Anteu e Polifemo. Este último era um gigante enorme, com um olho só, era conhecido como Ciclope. Foi ele quem acolheu Ulisses em sua caverna para devorá-lo. O herói grego consegue escapar furando o olho do gigante e, sob o ventre dos carneiros de Polifemo, foge.       Anteu era um gigante enorme, com dois olhos. Toda sua força descomunal vinha da terra. Foi morto por Hércules. Ora, toda vez que Anteu tinha contato com o solo suas forças se renovavam, Hércules, percebendo isso, colocou o gigante no ar, e ele morre estrangulado.       A história nos ensina sabedoria.       Pense Nisso.       Prof. José Costa.

MITOLOGIA GREGA. HADES.

Plutão era o outro nome de Hades. Era filho de Cronos e irmão de Zeus. O Senhor do Olimpo ordenou a Cronos para regurgitar seus irmãos, saindo, entre outros, Hades. Coube a ele, na partilha dos mundos, ficar com o mundo inferior. Era Senhor do Tártaro.    Na entrada do mundo dos mortos havia um guardião : Cérbero, um cão com três cabeças. Havia também, no inferno, Minos, um juíz dos mortos e guerreiro de Hades. Existia um barqueiro, Caronte, que levava as almas dos mortos em um rio, o rio Estíge.     Certa vez, Hades saiu de seu mundo e foi flechado por Cupido, viu Perséfone, sua sobrinha, e apaixonou-se por ela, raptando-a. Sua mãe, Deméter  suplicou a Zeus, a fim de que ele permitisse a volta da filha. Um acordo foi feito: ela passaria seis meses com a mãe e seis meses no mundo subterrâneo.     Alguns desceram ao mundo inferior, entre eles, Hércules e Orfeu.     A almas que desciam ao mundo inferior eram julgadas e, algumas iam para os Campos Elísios, lugar de certa felicidade, outro…

MITOLOGIA GREGA. ATENA.

Atena era filha de Zeus com a Ninfa Métis. Era uma Ninfa do mar, filha de Tétis e Oceano. cheia de sabedoria e astúcia; foi ela que deu a Zeus uma bebida, para que este a desse a Crono, a fim de vomitar os seus irmãos. Métis foi a primeira esposa de Zeus, ele a engoliu, depois de um tempo, Hefesto deu uma martelada em sua cabeça, e saiu Atena, herdando a força do pai e a sabedoria da mãe.    Atena era a deusa das artes, da sabedoria, da tática de guerra, da guerra defensiva. Foi Atena que transformou Aracne, uma jovem, em uma aranha, depois que ela zombou da deusa.    A cidade de Atenas possuía este nome por causa de Atena, ela disputou o título de protetora da cidade com Netuno, cada um ofereceu determinado presente para a cidade, o presente mais útil seria premiado com a cidade. Atena deu a oliveira e Netuno um cavalo. foi resolvido, entre os deuses, que a oliveira era um presente melhor. Atena ganhou a disputa.     Observe que até entre os deuses existem disputas, querelas e vingan…

MITOLOGIA GREGA, ZEUS, HERA E EUROPA.

No princípio era o Caos, e o Caos não estava com Zeus, e o Caos não era Zeus. O Caos se organiza. Surge Urano, que dá origem a Cronos, que dá origem a Zeus, que o destrona. Este é o pensamento dos gregos para explicar a realidade.    Hera é uma das filhas de Cronos, irmã de Zeus, deusa da família. Também é chamada de Juno, seu nome latino. O mês de Junho, é em homenagem a ela.    Juno casou-se com Zeus, após trezentos anos de namoro, todavia, Zeus era infiel, traiu Hera várias vezes. Uma dessas traições foi com Europa, filha de Agenor, fundador de Tebas. Ele se transformou em um belo touro e se aproximou da bela jovem, ela monta no seu lombo e ele a leva para onde hoje é o continente Europeu. Da união  de Zeus com Europa, surgiu Minos, um dos juízes do inferno e um guerreiro de alta patente no exército de Plutão (Hades).    Alguém tem dúvida que a mitologia tem verdades a ensinar?    Prof. José Costa.    Para pensar.

MITOLOGIA GREGA, ZEUS.

No princípio era o Caos original, aos poucos, porém, este Caos foi se organizando, as forças contrárias começaram a se distanciarem, surgiram montes, terra, ar, entre outros elementos. Surgiu Urano, não se explica como, provavelmente da Terra. Este deus primevo deu origem a alguns Titã, entre eles Cronos e Titã. Urano foi destronado por seus filhos, Titã e Cronos. Ora, Titã era o mais velho dos dois, Cronos pediu para reinar; Titã anuiu, com uma condição: Cronos teria que engolir todos os seus filhos, a fim de que  não tomassem o poder futuramente. Cronos, que também é chamado de Saturno, concordou. Toda vez que lhe nascia um filho, ele o engolia. Réia, sua esposa, conseguiu esconder Zeus, colocando no seu lugar uma pedra. Este cresceu longe do pai amamentado por uma cabra.    Ao crescer, Zeus conseguiu lutar contra o pai e obrigou-o a vomitar os seus irmãos, entre eles estavam Hades e Possêidon. Tomou o seu lugar e ficou como o rei do Olimpo, Senhor dos deuses. Possêidon governou o…

MITOLOGIA GREGA, ECO E NARCISO.

Eco era uma das Ninfas que acompanhava Diana, deusa da caça, era uma das preferidas da deusa. Eco tinha um defeito, queria sempre dizer a última palavra.     Certo dia, Hera, esposa de Zeus, saiu em busca do marido, entreteve-se com a conversa de Eco, até que as Ninfas foram embora. sabendo disso, Hera condenou-a a nunca falar primeiramente, dando sempre a última palavra.     Toda vez que alguém falava, ela repetia o que seu interlocutor dizia; sempre repetindo.    Narciso era um jovem muito belo que vivia nos bosques, Eco desejava falar com ele, porém, não conseguia. Certo dia aproximando-se dele ouviu o seguinte:- Há alguém aí? aí... disse eco. Narciso falou:- Afasta-te. E fugiu. Eco morou pelas cavernas, até que definhou de paixão, ficando apenas a voz.    Narciso, contemplando-se na água, morreu, desgastado diante da sua imagem. As Ninfas choraram a sua morte.    A história de eco e Narciso nos ensinam que o egoísmo é morte, na certa. Nos mostra, também, como é bom ouvir.    Prof. Jo…

MITOLOGIA GREGA, ULISSES E PENÉLOPE

Ulisses era rei de Ítaca. É uma ilha que fica no mar Jônico. Por ocasião da guerra de Tróia, ele deixou seu lar para guerrear, ao lado de aquiles, Menelau , Agamênon, entre outros. Isso é o que diz a Ilíada de Homero.     Foi ele que teve a ideia de construir um cavalo de presente para os troianos. Um cavalo de madeira. Dentro do mesmo havia alguns guerreiros, e, a noite, eles abriram os portões da cidade, dando vitória aos gregos. Ulisses era sábio.     Quando este guerreiro sábio deixa a sua ilha, deixou também para trás Penélope, sua esposa e seu filho Telêmaco. Como Ulisses demorava a chegar, alguns pretendentes a marido surgiram, ela, por esta ocasião, dizia aos seus pretendentes que, quando terminasse sua túnica, casaria. Desfazia tudo durante a noite.     Quando terminou a guerra, Ulisses passou cerca de dez anos para voltar ao lar; passou por uma ilha onde encontrou um Ciclope, Polifemo, furou o seu olho e fugiu de sua caverna. Encontra também, Circe, uma feiticeira, que trans…