domingo, 1 de abril de 2018

MATEUS ( PARTE DOIS)

   Levi. Este é o outro nome do publicano Mateus. Ele cobrava impostos na cidade de Cafarnaum, na Galileia. Quando Jesus saiu de Nazaré, ele fixou residência nesta cidade. Como coletor de impostos, ele trabalhava para as forças do poder imperial. Muitas vezes, sem dúvida, cobrava a mais. Era considerado um traidor pelos judeus da época.
     Mateus foi provavelmente o terceiro Evangelho a ser escrito. Ele se baseou em Marcos. O Evangelho mostra o" Sermão do monte". Os capítulos 5, 6 e 7. Segundo Gandhi, se todos os livros do mundo fossem destruídos, e se este sermão fosse conservado, nada estaria perdido. De fato, é no sermão do monte que está dito que não podemos servir a Deus e as riquezas. A teologia da prosperidade serve a segunda. É também em Mateus que encontramos, no capítulo 7, a lei áurea do Evangelho: "Tudo o que vocês quiserem que os homens vos façam, façam também a eles".
      Prof. José Costa,
      Um convite à leitura de Mateus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagem em destaque

O CRISTÃO ARRELIGIOSO E A IGREJA DEBUTE.

   Já escrevi sobre o teólogo alemão Dietrich  Bonhoeffer em outros artigos. Ele pastor , mártir e teólogo . Foi um dos grandes nomes da teo...